Modelo Matemático para Definição de Centrais de Transbordo para Logística Reversa de Resíduos Sólidos Gerados em Terminais Marítimos do Rio de Janeiro

Nome: Thiara Cezana Gomes
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 21/08/2015
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Rodrigo de Alvarenga Rosa Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Adelmo Inacio Bertolde Examinador Interno
Glaydston Mattos Ribeiro Examinador Interno
Renato Ribeiro Siman Examinador Externo
Rodrigo de Alvarenga Rosa Orientador

Resumo: O Brasil possui um setor portuário com 37 portos públicos que movimentaram, em 2013, 338,3 milhões de toneladas de carga bruta, representando um incremento relativo de 6,8% em relação ao ano anterior. Estes portos geram resíduos em função de suas operações e, a adequada gestão destes se faz indispensável para a adequação ao novo marco regulatório imposto pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Assim, o principal objetivo deste trabalho consistiu em desenvolver um modelo matemático baseado no problema de localização de facilidades n-echelon para definição de centrais de transbordo a serem escolhidas para uma melhor configuração da rede logística reversa de resíduos sólidos gerados em terminais marítimos. O modelo proposto se diferencia dos demais por possuir uma função objetivo mais abrangente em relação à análise de custos e receitas, além de um índice adicional referente ao tipo específico de resíduo que irá ser alocado para as centrais de transbordo e direcionado às empresas receptoras. Ademais, o modelo segrega em diferentes caminhões os resíduos de acordo com sua periculosidade e permite a escolha da capacidade do caminhão que será usado na rede logística reversa. Foram selecionados nove terminais marítimos do Rio de Janeiro para elaboração de diferentes cenários, baseados em dados reais, que foram executados no solver CPLEX 12.6. Os resultados mostraram um percentual elevado de participação dos custos de transportes, entre 63,0% e 80,0%, dentre todos os demais custos envolvidos na elaboração da rede logística reversa; a maior rentabilidade se mostrou quando caminhões menores foram usados em detrimento aos caminhões com grande capacidade. Para todos os cenários, o resultado financeiro obtido apresentou um valor de receita maior que o valor dos custos, demonstrando que a venda de resíduos para reciclagem pode ser sim uma alternativa viável do ponto de vista econômico e não apenas da perspectiva legal, ambiental e social.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910