Estudo de metodologias para o dimensionamento de vigas de aço e vigas mistas de aço e concreto com perfis celulares

Nome: Augusto Badke Neto
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 19/06/2015
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Adenilcia Fernanda Grobério Calenzani Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Adenilcia Fernanda Grobério Calenzani Orientador
Ricardo Azoubel da Mota Silveira Examinador Externo
Walnório Graça Ferreira Examinador Interno

Resumo: Vigas de aço com aberturas sequenciais na alma foram criadas a partir de necessidades estruturais de redução de peso e atendimento aos critérios de resistência e são fabricadas a partir de perfis laminados, com aberturas padronizadas na alma. Atualmente, com o avanço da tecnologia de corte e solda, vigas com aberturas sequenciais na forma circular, denominadas vigas celulares, vêm sendo bastante utilizadas. O processo de expansão da alma concede maior inércia à viga alveolar, o que pode resultar em maior resistência à flexão e maior rigidez aos deslocamentos na direção do plano médio da alma. Entretanto, as aberturas alteram a importância relativa dos diferentes modos de colapso possíveis e introduz a possibilidade de novos modos. As vigas alveolares podem ser projetadas como mistas quando existir uma conexão de cisalhamento entre o perfil de aço e a laje de concreto, podendo assim vencer vãos ainda maiores que os da viga mista convencional, dado ao aumento de rigidez proporcionado pela geometria do perfil alveolar. A NBR 8800:2008 e as normas internacionais não abordam vigas de aço e vigas mistas de aço e concreto com perfis celulares, o que contribui para que o seu uso seja limitado, havendo a necessidade de mais pesquisas sobre o comportamento estrutural e dimensionamento dessas vigas. Este trabalho visa apresentar metodologias e desenvolver ferramentas computacionais para o dimensionamento das referidas vigas. A aferição do programa computacional foi realizada utilizando exemplos numéricos disponíveis na literatura e as metodologias de dimensionamento foram avaliadas por meio da comparação de seus resultados com resultados experimentais e numéricos da literatura. Como resultado, além da automação do projeto de vigas de aço e vigas mistas de aço e concreto com perfis celulares, conclusões são obtidas sobre as atuais metodologias de dimensionamento.

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910