Metodologia para Avaliação Pós-ocupação em Centros Municipais de Educação Infantil de Vitória

Nome: Cristianne Assis de Abreu Baptista
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 13/11/2009
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Cristina Engel de Alvarez Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Cristina Engel de Alvarez Orientador
Gleice Virginia Medeiros de Azambuja Elali Examinador Externo
João Luiz Calmon Nogueira da Gama Examinador Interno
Vânia Carvalho de Araújo Coorientador

Resumo: Esta pesquisa tem como objetivo estabelecer uma metodologia capaz de ser aplicada em Centros de Educação Infantil (CEI), bem como utilizar os resultados alcançados para traçar diretrizes de projeto que satisfaçam às necessidades de seus usuários. Ela tem como pressuposto a necessidade de criar conhecimentos da Arquitetura, da Psicologia Ambiental e da Educação infantil, como modo de contribuir para o desenvolvimento infantil. O instrumento selecionado para proceder a avaliação do ambiente construído foi a Avaliação Pós-Ocupação (APO), reconhecida como modo de análise qualitativa e quantitativa de uma edificação cujos resultados podem ser utilizados também em futuros projetos, considerando, não apenas a visão do pesquisador/investigador, mas principalmente, o olhar do usuário. A fim de identificar o nível de satisfação dos usuários, em especial, as crianças, optou-se por trabalhar com métodos ligados ao espaço físico e outros, oriundos da Psicologia Ambiental. A compreensão do funcionamento da educação infantil também se fez necessária, devido às suas particularidades e à sua importância para o desenvolvimento sadio, com reflexo na vida adulta. A metodologia apresentada foi desenvolvida preliminarmente em um estudo piloto no Centro Municipal de Educação Infantil Zenaide G. Marcarini Cavalcanti (CMEI 1) e, depois das devidas correções, foi aplicada no CMEI Zélia Vianna de Aguiar (CMEI 2). As avaliações indicaram que a estrutura física dos CMEIs estudados apresentam inadequações que precisam ser corrigidas e ajustadas, visando o aumento do nível de satisfação dos usuários. Como contribuição, no aspecto arquitetônico, foram propostas diretrizes que visam aprimorar os estudos de caso.
Palavras-chave: Avaliação pós-ocupação. Psicologia Ambiental. Centros de educação infantil.

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910