ANÁLISE do Módulo de Elasticidade e Resistência À
compressão de Concretos Produzidos em Centrais Na
grande Vitória. Experimentos e Estatística.

Nome: Ronaldo Feu Rosa Pacheco
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 20/12/2006
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
João Luiz Calmon Nogueira da Gama Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Eliana M. Amaral Freitas da Silva Examinador Interno
João Luiz Calmon Nogueira da Gama Orientador
Marcel Olivier Ferreira de Oliveira Examinador Interno
Monica Batista Leite Lima Examinador Externo

Resumo: O objetivo principal desta dissertação é estudar a correlação entre o módulo de
elasticidade (Eci) e a resistência à compressão (fc) dos concretos usuais bombeados
de fck = 25 MPa e fck = 30 MPa, empregados em estruturas prediais da Grande
Vitória(ES). A partir dos resultados experimentais e realizados estudos estatísticos,
inferenciais e descritivos, chegou-se às conclusões à respeito das propriedades dos
concretos praticados na região. Para alcançar os objetivos, decidiu-se por um
programa experimental dividido em três etapas: a primeira etapa compreendeu a
moldagem de um traço piloto de concreto bombeado de fck = 30 MPa, com 21
corpos-de-prova de 150 x 300mm moldados e realizados nas idades de 7, 28 e 91
dias os ensaios de módulo de elasticidade (Eci), resistência efetiva à compressão
(fcef), resistência à compressão (fc) e ensaios de resistência à tração por compressão
diametral (fct,sp). O traço piloto serviu apenas para conhecer todas as etapas do
programa experimental, não sendo seus resultados tratados estatisticamente. A
segunda etapa aconteceu em quatro centrais de concreto na Grande Vitória(ES) e
nos canteiros de obras atendidos por essas centrais e compreendeu ensaios de
caracterização dos materiais, ensaios do concreto fresco, moldagem e cura dos
corpos-de-prova de concreto em cilindros de 150mm x 300mm de concretos de
fck = 25 MPa e fck = 30 MPa. A terceira e última etapa consta de 639 ensaios de
módulo de elasticidade (Eci), 639 ensaios para resistência efetiva à compressão (fcef),
90 ensaios para resistência à compressão (fc) e 90 ensaios de resistência à tração
por compressão diametral (fct,sp) nas idades de 7, 28 e 91 dias. Os resultados
encontrados e suas análises permitem aos projetistas de materiais e de estruturas
um conhecimento real a respeito do módulo de elasticidade e da resistência à
compressão dos concretos praticados na região da Grande Vitória (ES), destacandose
a o uso da norma NBR 6118 (ABNT, 2003) no que se refere à previsão do módulo
de elasticidade em função da resistência. Outras estatísticas e comparações de
suma importância são apresentadas para os projetistas de estruturas e de materiais.
Palavras-Chave: módulo estático de elasticidade, resistência à compressão,
resistência efetiva à compressão, centrais de concreto, análise estatística.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910