Estudos de Parâmetros Texturais das Areias para Argamassas de Revestimento Através da Análise de Imagens

Nome: Georgia Serafim Araújo
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 10/12/2001
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Kátia Vanessa Bicalho Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Fernando Avancini Tristão Coorientador
Jacqueline Albino Examinador Interno
Kátia Vanessa Bicalho Orientador
Márcia Aiko Shirakawa Examinador Externo
Walnório Graça Ferreira Suplente Interno

Resumo: A forma e a textura dos agregados miúdos influenciam de forma rofunda as propriedades das argamassas de revestimento e assentamento. Entretanto, a maioria dos trabalhos científicos contempla apenas a influência da granulometria no desempenho das argamassas No presente trabalho analisa-se, através dos diversos métodos disponíveis na literatura, a área específica, que depende da forma e da rugosidade das areias, utilizando a técnica de análise de imagens digitais para obtenção dos parâmetros necessários. Em função da necessidade de análise de areias de diferentes formas e graus de arredondamento, foram escolhidas areias de duas procedências. Uma proveniente de leito de
rio e a outra de jazida próxima ao cordão litorâneo. Inicialmente as partículas de areia foram lavadas, peneiradas e separadas em várias frações de tamanhos entre 4,8 e 0,075 mm. As amostras das duas procedências analisadas foram preparadas contendo aproximadamente
400 grãos para cada fração, sendo então, fotografadas, digitalizadas e armazenadas na memória do computador, para posterior processamento e obtenção dos parâmetros requeridos.
No que se refere à forma, analisaram-se e compararam-se os graus de esfericidade das duas areias. Já com relação à rugosidade, o parâmetro analisado foi o grau de arredondamento das partículas. Os resultados experimentais mostram que a caracterização de agregados através da técnica de imagens digitais é muito mais precisa do que o ensaio de peneiramento atualmente utilizado, pois os valores médios das dimensões dos grãos foram muito superiores às aberturas de malha
da fração correspondente, sendo que essas diferenças foram extremamente significativas no cálculo das áreas específicas das areias analisadas. Constata-se que a análise de imagens, em função do grande avanço tecnológico, é uma poderosa ferramenta para caracterização dos agregados miúdos, com amplas possibilidades de automação.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910