PLANEJAMENTO das Rotas de Navios Aliviadores para Retirada de Óleo Produzido de Plataformas Offshore de Petróleo Considerando

Nome: Jeani dos Santos da Silva Dias
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 22/03/2021
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Rodrigo de Alvarenga Rosa Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Elcio Cassimiro Alves Examinador Interno
Leandro Colombi Resendo Examinador Externo
Rodrigo de Alvarenga Rosa Orientador

Resumo: O petróleo frequentemente é produzido em lugares distantes de onde será refinado e distribuído. No Brasil, a maior parte da produção de petróleo ocorre no mar onde o óleo é armazenado em plataformas até o momento de sua movimentação para os portos. Como a capacidade dos tanques de armazenamento de petróleo de cada plataforma é limitada, é necessária a adoção de alguma metodologia para retirada do volume produzido de forma a manter a produção contínua. O recolhimento do petróleo produzido por navios é uma dessas metodologias e envolve diversas restrições operacionais. Dentre as restrições podemos citar o tipo de navio que pode atracar em cada plataforma e em cada porto, as capacidades de transporte de cada navio, a necessidade de manter diferentes tipos de petróleo separados no navio, e o momento inicial e final para começar a retirada de petróleo em cada solicitação de retirada de petróleo da plataforma para que ela não tenha que parar a produção caso essa capacidade seja toda ocupada. A decisão de quais navios farão o recolhimento dos diferentes tipos de óleos produzidos por cada plataforma, em qual sequência e em quais portos os navios farão a entrega do petróleo, de uma série de portos disponíveis, tornam o roteamento difícil. Para realizar esse planejamento, é proposto um novo modelo matemático considerando várias viagens, múltiplos portos, múltiplos porões e as restrições citadas com o objetivo de reduzir o custo de transporte. Foram criadas 33 instâncias baseadas na maior empresa brasileira de exploração e produção de petróleo. Os resultados mostraram que foram obtidas reduções do custo total de até 29,6% e diminuição na distância total percorrida pelos navios de até 13,3%. O método proposto mostrou-se aplicável ao planejamento de viagens para atender às requisições de atendimento das plataformas, como também uma ferramenta para apoiar decisões.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910