Proposta de Método de Projeto Performativo para Edifícios Energeticamente Eficientes

Nome: Lucas Martinez da Costa
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 03/03/2020
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Cristina Engel de Alvarez Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Cristina Engel de Alvarez Orientador
Edna Aparecida Nico Rodrigues Examinador Externo
Geilma Lima Vieira Examinador Interno
Jarryer Andrade de Martino Coorientador

Resumo: O crescimento progressivo do setor da construção civil tem caracterizado as edificações, nas últimas décadas, como uma das maiores responsáveis pelo consumo global de energia elétrica. No Brasil, a ascensão dos impactos nos âmbitos comercial e de serviços, como é o caso dos edifícios de escritórios, são mais expressivos devido a utilização majoritária de eletricidade em detrimento a outras fontes de energia. Fachadas predominantemente envidraçadas, ausência de sombreadores e gastos consideráveis com refrigeração, retratam algumas de suas práticas ineficientes. Diante desse cenário tem se tornado cada vez mais necessária novas abordagens relativas à métodos e técnicas para a elaboração de projetos com ênfase na eficiência energética. Embora seja notável os avanços tecnológicos, ainda há um lento processo de inserção de ferramentas computacionais como aporte no desenvolvimento de edifícios de alto desempenho na realidade profissional dos projetistas. Como forma de repensar o processo projetual, o método de projeto performativo tem sido fomentado no meio científico não apenas por proporcionar a associação de ferramentas digitais, mas também por direcionar seus procedimentos a fim de obter edifícios com um melhor desempenho energético. Desse modo, o objetivo desta pesquisa foi propor uma metodologia de projeto performativo que relacione modelagem paramétrica, otimização e avaliação de desempenho energético para edifícios de escritórios. Os procedimentos se dividiram em quatro etapas sendo a primeira a revisão bibliográfica na exploração da abordagem teórica; e as seguintes relacionadas à geração, otimização e a sistematização dos dados dos experimentos para a formulação da proposta. Como resultado do ensaio projetual, obteve-se uma melhoria significativa de 31% no consumo geral de energia primária e uma redução de 54% na demanda por refrigeração nos edifícios que adotaram as características do projeto performativo. A abordagem se demonstrou eficiente, pois foi capaz de alcançar bons resultados e relacionar diversas variáveis em um curto período de tempo. Devido a esses fatores, acredita-se que seja possível implementar o método na concepção de edifícios de escritórios, tendo como possibilidades futuras a associação de softwares que permitam o detalhamento técnico e desenvolvimento das etapas finais de projeto.

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910