Estudo Paramétrico do Comportamento Geotécnico de Estruturas de Contenção de Solos Reforçados

Nome: Rogério Gonçalves Sarmento Junior
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 26/02/2018
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Kátia Vanessa Bicalho Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Bruno Teixeira Dantas Coorientador
Celso Romanel Examinador Externo
Elcio Cassimiro Alves Examinador Interno
Kátia Vanessa Bicalho Orientador
Mauricio Ehrlich Examinador Externo

Resumo: A utilização de estruturas de contenção de solos reforçados acompanha o surgimento e o avanço dos grandes centros urbanos. O desenvolvimento de metodologias que se baseavam na inclusão de elementos na massa de solo com o objetivo de melhorar a capacidade resistente do material data de civilizações muito antigas. O primeiro método de dimensionamento de ECSR foi desenvolvido pelo arquiteto francês Henry Vidal, em 1966, e ficou conhecido como . Analisar a influência do processo de compactação do solo e do faceamento no comportamento geotécnico de ECSR é o objetivo desta pesquisa. A utilização do método dos elementos finitos foi adotada, pois possibilita a representação computacional do comportamento de complexos problemas de obras de terra. O software CRISP92-SC foi responsável pela simulação computacional das ECSR nessa pesquisa. Inicialmente, foi realizada a análise da influência do elemento de discretização utilizado na malha de elementos
finitos com o objetivo de verificar se a escolha de diferentes elementos pode gerar divergências nos resultados de um mesmo problema. Foi executada a avaliação da influência do processo de compactação e do faceamento da estrutura a partir dos resultados obtidos por
Almeida (2014), em conjunto aos dados obtidos por essa pesquisa para estruturas submetidas ao processo de compactação. Os resultados mostraram que o processo de compactação exerce grande influência no comportamento final da estrutura; não considerar esse procedimento,
comum a todas obras de terra, pode gerar resultados que subestimem nos níveis menos profundos da estrutura o valor da tração no reforço. O faceamento da ECSR, também, pode exercer grande influência na deformação e na tração do reforço, desde que o movimento da face em sua base seja restringido. Os métodos de dimensionamento de ECSR, K-Stiffness Modificado (2008) e Dantas e Ehrlich (2000), foram utilizados e tiveram seus resultados comparados aos obtidos nas simulações numéricas.
Palavras-chave: Estruturas de contenção de solo reforçado, MEF, compactação, face.

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910