METODOLOGIA de Avaliação Lumínica: Estudo de Caso Estação Antártica Comandante Ferraz

Nome: Daniela Pawelski Amaro Marins
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 28/03/2018
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Cristina Engel de Alvarez Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Andréa Coelho Laranja Examinador Externo
Cristina Engel de Alvarez Orientador
Geilma Lima Vieira Examinador Interno
María Beatriz Piderit Moreno Examinador Externo

Resumo: A luz define o que se vê, e esse fenômeno envolve o objeto iluminado, o objeto que ilumina e quem o observa. Na arquitetura, a luz auxilia na percepção dos aspectos formais, conceituais e participa ativamente dos resultados finais, principalmente quanto ao conforto. Especificamente, no que se refere ao usuário e a luz, estão intrínsecas questões fisiológicas e psicológicas assim como o entendimento entre o limiar do conforto e do desconforto humano. Os índices lumínicos propostos e os métodos existentes mensuram normalmente condições padrão de uso e de localização, ou seja, não costumam ponderar a condição de exceção. Situações em que uma pequena quantidade de luz de um ambiente pode ser julgada inadequada nos padrões estabelecidos por normativa, para outras caracterizadas pela reduzida disponibilidade de luz, aquela mínima quantidade existente pode causar um efeito positivo, e não negativo. A pesquisa teve como objetivo geral desenvolver uma metodologia para avaliar a condição de conforto visual para o ambiente Antártico, cuja disponibilidade de luz requer estudos específicos, tendo como estudo de caso a Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF). Os resultados obtidos indicam uma nova faixa avaliativa, desenvolvida a partir da Useful Daylight Illuminance (UDI), e o método final apresenta o desempenho lumínico do espaço, através do diagrama de flutuabilidade, medido de duas formas: com um panorama estático, de hora em hora; e dinâmico, com períodos demarcados, concomitantemente. A visualização dos dados compilados nos diagramas permite a avaliação do ambiente e funciona como uma ferramenta ao projetista.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910