Avaliação de curvas de calibração do método do papel filtro tipo Whatman nº42 utilizadas para estimar sucção matricial em solos não saturados.

Nome: Anita Curitiba Chrystello
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 29/07/2017
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Kátia Vanessa Bicalho Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Edmundo Rogério Esquivel Examinador Externo
Elcio Cassimiro Alves Examinador Interno
Karla Maria Wingler Rebelo Examinador Externo
Kátia Vanessa Bicalho Orientador

Resumo: O método do papel filtro é um método simples e econômico utilizado para medir
sucção em solos não saturados. O método do papel filtro estima indiretamente a
sucção (s) nos solos a partir do valor medido para um dado teor de umidade
gravimétrico do papel filtro (wf) em equilíbrio hidráulico com o solo através de uma
curva de calibração predeterminada. Várias funções de calibrações para o papel
filtro do tipo Whatman Nº42 (W42) têm sido publicadas na literatura. A calibração
(trajetória de umedecimento) do papel filtro é determinada diretamente por diferentes
técnicas experimentais e modelagem matemática. Diferentes técnicas experimentais
(placa de pressão, membrana de pressão dessecador a vácuo) são usadas para
impor sucção para obtenção da curva de calibração do papel filtro W42. A maioria
das calibrações é definida por uma função bilinear (duas equações lineares
diferentes) com o ponto de inflexão entre 60kPa<s<100kPa (i.e, 40%<wf< 50%).
Recentemente algumas publicações sugerem uma única calibração exponencial com
uma transição suave entre os altos e baixos valores de sucções. Neste trabalho
apresenta-se a avaliação estatística de funções de calibrações (equações bilineares
e exponenciais) previamente publicadas na literatura para o papel filtro W42 para
estimar sucção matricial de solos não saturados pelo método do papel filtro em
contato. Definem-se novas calibrações exponenciais através do ajuste de dados
experimentais dos valores de sucção controlada do papel filtro determinados por
diferentes técnicas para obtenção das equações bilineares propostas pela ASTM
D5298-10 e por Leong et al. (2002). Finalmente realizam-se comparações entre os
valores de sucções estimados pelo método do papel filtro em contato com diferentes
calibrações, inclusive o modelo proposto neste estudo e os valores correspondentes
de sucções medidos por outras técnicas experimentais para dois diferentes tipos de
solos. Os resultados indicam que o método do papel filtro usado com a calibração
exponencial sugerida neste estudo tem considerável potencial a ser adotado para
estimativa de valores de sucção matricial em solos não saturados. Entretanto,
recomenda-se investigação experimental da calibração sugerida para diferentes
intervalos de sucções e tipos de solos.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910