ANÁLISE DAS MANIFESTAÇÕES PATOLÓGICAS NOS SISTEMAS DE REVESTIMENTOS EXTERNOS

Nome: Clarisse Pereira Pacheco
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 01/09/2016
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Geilma Lima Vieira Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Elton Bauer Examinador Externo
Geilma Lima Vieira Orientador
João Luiz Calmon Nogueira da Gama Examinador Interno

Resumo: A perda de desempenho dos revestimentos externos é significativa quando não há um projeto correto, uma execução adequada, materiais de qualidade e manutenções realizadas por profissionais habilitados. Esses fatores, associados ao fato da fachada ser um dos locais que mais sofre com as agressões do meio externo, contribuem para o aparecimento das manifestações patológicas. Para impedir a ocorrência destes danos e manter a vida útil do edifício, devem ser realizadas manutenções programadas de acordo com as constatações obtidas em inspeções prediais. Com isso, a inspeção se torna um requisito primordial na garantia da integridade das fachadas. A pesquisa propõe a elaboração de uma metodologia para vistoriar fachadas de edifícios em argamassa com pintura e com cerâmica e a aplicação do método em seis edifícios da cidade de Vitória/ES. Sendo três edifícios em argamassa com pintura (ARG1, ARG2, ARG3) e três com cerâmica (CER1, CER2, CER3). Para isso foram utilizados modelos pré-estruturados para inspeção e obtenção de parâmetros com intuito de analisar a deterioração das fachadas. Através da inspeção visual das fachadas, levantaram-se as áreas dos danos por região (paredes contínuas, aberturas, sacadas, cantos e extremidades, juntas, transição entre pavimentos, topo) e orientação cardeal da fachada. Com os dados obtidos foi calculado o Índice de Manifestação Patológica, a porcentagem de ocorrência e os níveis de degradação. Foram realizados o teste de percussão nos revestimentos cerâmicos e os ensaios de absorção de água e expansão por umidade nas placas cerâmicas. Nos edifícios com argamassa e pintura realizou-se o método do cachimbo. Como complemento, foram obtidas informações referentes aos edifícios através de entrevistas. Concluiu-se que o conjunto de dados obtidos permite a elaboração de um diagnóstico mais preciso e que a metodologia auxiliou na obtenção destes resultados.

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910