Avaliação do potencial de redução de emissão de CO2 com a utilização de adições substitutos de clinquer na produção de cimento no Brasil

Resumo: As principais iniciativas relacionadas à redução da emissão de gases de efeito estufa na indústria de cimento mundial passam pela (i) maior eficiência térmica e elétrica dos equipamentos; (ii) uso de combustíveis fósseis com menor intensidade de carbono, de combustíveis alternativos e biomassa na produção do clínquer; (iii) uso de adições minerais e materiais substitutivos do clínquer, e (iv) captura e armazenamento de CO2. A indústria de cimento nacional vem se concentrando nos três primeiros vetores, e recebendo o reconhecimento internacional por ser uma das mais eficientes no controle dessas emissões.A produção de cimentos Portland com adições ao clínquer, tais como escória de alto-forno, cinza volante, pozolanas artificiais e fíler calcário, propicia a redução da emissão de CO2, uma vez que diminui o consumo de clínquer e, consequentemente, a queima de combustíveis e a emissão por calcinação/descarbonatação. Além disso, o uso dessas adições apresenta inúmeras vantagens relacionadas com a maior durabilidade e vida útil de estruturas de concreto em função da menor permeabilidade, da resistência ao ataque de cloretos e sulfatos, da prevenção das reações álcali-agregado, e da elevada resistência à compressão em idades mais avançadas. Este projeto de pesquisa tem por objetivo investigar potencial de redução de emissão de CO2 da indústria de cimento pela substituição do clínquer Portland de alta intensidade de carbono por outros materiais de menor intensidade e com propriedades cimentícias, tomando como referência o cenário atual e fazendo projeções para 2050.

Data de início: 2016-08-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Maristela Gomes da Silva
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910