Construção Sustentável e Arquitetura Sustentável

Área de concentração: CONSTRUÇÃO CIVIL
Descrição: Na linha Construção Sustentável e Arquitetura Sustentável (CASUS) busca-se desenvolver projetos de edificações e de engenharia civil com alto desempenho ambiental, buscando o grande objetivo da construção sustentável no âmbito do desenvolvimento sustentável. Nela pesquisam-se metodologias de avaliação de desempenho ambiental de edificações e obras de engenharia civil. Em tais metodologias buscam-se alcançar desempenho em parâmetros, tais como: Sítios sustentáveis, Eficiência no uso da água, Energia e atmosfera, Materiais e recursos, Qualidade do ambiente interior, Inovações.

Construção Sustentável e Arquitetura Sustentável (CASUS)
Por Profª Cristina Engel

A questão da sustentabilidade é temática recorrente em praticamente todos os setores da produção, e coloca-se na atualidade como objeto de particular interesse para a investigação científica. No entanto, a avaliação do quanto sustentável é um determinado empreendimento ou atividade produtiva é uma questão que, ainda, suscita polêmica e acaloradas discussões, especialmente no meio acadêmico. Observa-se que não é possível medir a sustentabilidade de um empreendimento com o rigor necessário e desejável por absoluta falta de dados básicos, seja no âmbito do Estado do Espírito Santo, seja no contexto da realidade nacional. Assim, embora tenha sido desenvolvida uma ferramenta regional de avaliação de sustentabilidade denominada ASUS (disponível em http://www.lppufes.org/asus/) observou-se a necessidade de ampliação dos estudos e, principalmente, a geração de dados e informações que pudessem incrementar essa ferramenta ou outros instrumentos de avaliação.

No âmbito da arquitetura especificamente, os principais aspectos que exigem atenção referem-se aos temas inerentes ao conforto (térmico, acústico, lumínico, ergonômico, visual e psicológico com ramificação para a eficiência energética, ventilação, mudanças climáticas, etc.); materiais (desde a obtenção da matéria prima e produção do componente até o desmonte final da edificação e eventual tratamento dos resíduos); e sistemas eficientes de avaliação de impacto ambiental.

Considerando que ambientes isolados, normalmente, permitem o controle das variáveis para o estabelecimento de metodologias de avaliação, a possibilidade de atuação na Antártica e nas ilhas oceânicas – como o Arquipélago de São Pedro e São Paulo, a Ilha da Trindade, o Atol das Rocas e o Arquipélago de Fernando de Noronha – é um fator de indiscutível relevância, permitindo tanto as atividades voltadas para o objetivo geral como, também, para a eficientização das edificações instaladas e sob a responsabilidade técnica do Laboratório de Planejamento e Projetos da Ufes.
Projetos:

Abreviação Títuloordem decrescente Data de início Prazo (meses)
MGMR Aplicação de modelo teórico de gestão municipal de resíduos da construção civil em cidade do Espírito Santo. 01/08/2014 24
SUSTENTABILIDADE Avaliação da sustentabilidade de edificações na Grande Vitória: elaboração de diagnóstico e proposição de plano de ações 01/08/2016 24
BIM Estudo da aplicação e uso da plataforma Building Information Modeling (BIM) para implementação dos conceitos de Engenharia Simultânea e sustentabilidade 03/08/2015 48
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910